PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA A INCLUSÃO DA CRIANÇA COM TDAH NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Daniella Simões de Sousa

Resumo

O processo de inclusão é uma realidade cada vez mais presente (Felizmente!) na educação brasileira e deve, portanto, ser objeto de formação, estudo e pesquisa, de modo a fornecer subsídios e dotar os profissionais de conhecimentos e experiências que possibilitem um trabalho eficaz com as crianças com deficiência. No caso de crianças com TDAH (Transtorno de déficit de Atenção e Hiperatividade), as práticas pedagógicas adequadas podem um desenvolvimento adequado, pois as limitações em geral estão relacionadas à sua inexperiência ou incapacidade de manter o foco e a atenção em diferentes situações, o que incide tanto em seu desenvolvimento cognitivo como até mesmo motor. Ao adequar as práticas pedagógicas e observar situações que podem minimizar as desatenções e o controle da hiperatividade, o professor auxilia a criança a perceber sua capacidade e a reconhecer mecanismos que podem agir como agente facilitador no autocontrole do TDAH, possibilitando seu desenvolvimento motor, cognitivo e social.

Palavras-Chave: 

Hiperatividade; Desenvolvimento; Foco.

PDF_ico.png