A GLOBALIZAÇÃO CAPITALISTA E A LÓGICA NEOLIBERAL NO CENTRO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Lara Cristina Evaristo Rodrigues, Lorena Sousa Carvalho, Michele de Oliveira Gonçalves Araújo, Rogéria Moreira Rezende Isobe, Valéria Moreira Rezende

Resumo

O presente artigo tem objetivo investigar como a globalização capitalista e a lógica neoliberal tem participado da direção e execução de políticas sociais, e como a presença desse setor culmina na diluição das responsabilidades a respeito das políticas sociais e direitos civis. No Brasil atual, há um momento de mercantilização da educação pública no qual o Estado continua atuando como o responsável pelo acesso dos alunos, mas a gestão da escola e seu conteúdo pedagógico está a serviço do setor privado com a justificativa de que, ao agir assim, estão contribuindo para a qualidade da educação pública, trata-se de um movimento de reforma empresarial da educação. Mais que isso, estamos sob a vigência de políticas educacionais que produzem, desde a creche, estratégias de controle a partir da reprodução de desigualdades sociais. Nesse movimento, a educação está a serviço de políticas liberais, fornecendo a sociedade apenas o mínimo que necessitam para integrar o mercado de trabalho capitalista.

Palavras-Chave: 

Globalização Capitalista; Lógica Neoliberal; Educação pública; Políticas liberais; Reforma Empresarial da Educação.

PDF_ico.png