ROTINA É CHATO, MAS NECESSÁRIO: COMPREENDENDO O PAPEL DA LINHA DO TEMPO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Marianna de Oliveira Figueiredo

Resumo

Cair na rotina é algo que todos nós compreendemos que não é legal. Dependendo do contexto em que isso ocorre, causa desgaste, cansaço, desinteresse. Porém, quando falamos das propostas para o cotidiano das aulas de educação infantil, precisamos considerar que a criança necessita de uma rotina estabelecida e bem-organizada. Não vamos confundir ‘rotina’ com atividades maçantes, repetitivas e desorganizadas, até porque isso não condiz com a espontaneidade própria das crianças. Nesse caso, a rotina funciona como um cronograma que estabelece tempos e espaços para que a criança possa aproveitar-se das tantas possibilidades de interação, com o meio, com os elementos e com os demais alunos, fatores essenciais que compõem as possibilidades de desenvolvimento e aprendizagem da criança. É por meio dessa construção organizada, dessa rotina precisamente estabelecida que a criança tem a oportunidade de experimentar, explorar, descobrir e se exercitar, para construir assim seu conhecimento.

Palavras-Chave: 

Organização; Rotina; Linha do tempo.

PDF_ico.png