PERSPECTIVAS PARA UM CONSTRUTO TEÓRICO COM FOCO NA MEMORIZAÇÃO MUSICAL ATONAL

Felipe Aparecido de Mello

Resumo

Neste artigo pretende-se apresentar – por meio de bibliografia específica – um possível modelo de construto, para o auxílio na memorização musical de obras desprovidas de centro tonal definido. Para isso, observou-se diversos modelos e estudos sobre os processos de memorização de um modo geral, incluindo-se o da música tonal. Diversas pesquisas desenvolveram-se neste âmbito e, nesse sentido, faz-se necessário expor alguns dos principais fundamentos e conceitos relacionados a esta temática. Autores basilares como Roger Chaffin, Leimer e Gieseking, Edwin Gordon, Daniel Schacter, John Sloboda, Rita Carter, Janet Schmalfeldt, Anders Ericsson, Virpi Kalakoski, Jean Piaget, Roberto Lent, bem como novos pesquisadores como Daniela Gerber e Sérgio de Figueiredo Rocha, compõem parte de uma plêiade de nomes que nos fornecem relevantes estudos sobre o cérebro e a memorização musical, contribuindo na condução deste texto para seu principal foco: a memorização musical atonal.

Palavras-Chave: 

Memorização musical; Música atonal/pós-tonal; Construto teórico; Guias de Execução; Funções Executivas.

PDF_ico.png