CONTRIBUIÇÕES DA NEUROCIÊNCIA PARA A EDUCAÇÃO ESPECIAL

Maria Aparecida Silva Salim

Resumo

Este artigo aborda as contribuições da neurociência e aprendizagem escolar na educação inclusiva, a tradução destes conhecimentos em práticas pedagógicas visando a promoção para educar na diversidade. A inclusão tem como base oferecer condições para que o ser humano possa viver de maneira autônoma. Sendo assim, a inclusão é democrática, pois vê o homem/mulher como seres com direitos iguais para exercerem sua cidadania. É fraterna, pois procura alcançar a todos, sem exceção, respeitando a dignidade da pessoa humana, conforme expressa a Constituição Federal de 1988. Esses conhecimentos, auxiliam a ação docente ao saber que o cérebro permite compreender a aprendizagem e seu aprimoramento didático. Este estudo constitui-se de uma revisão bibliográfica, que revela a importância dos conhecimentos neurobiológicos da aprendizagem, pelos profissionais ligados à educação e à aprendizagem.

Palavras-Chave: 

Aprendizagem; Neurociência; Educação Inclusiva.

PDF_ico.png