A RESPONSABILIDADE DOS PAIS NA EDUCAÇÃO DE PRINCÍPIOS E VALORES DE SEUS FILHOS: A ESCOLA ESTÁ ASSUMINDO ESSE PAPEL?

Daniela Reina Manduca

Resumo

A família deve unir esforços para que o aluno possa ter uma educação integral e de qualidade, conforme garantido pela constituição. Neste sentido, as co-responsabilidades dos pais não constituem o processo acadêmico dos seus filhos, constituem uma chave para o sucesso educativo, quer ensinando quer desenvolvendo competências, lançando princípios e valores, correspondendo por meio da prática ao funcionamento exercido pelo professor, com a influência da família, aliada à participação em diferentes atividades escolares, podendo garantir a gestão operacional educacional dos alunos. A família, como cenário de abertura a outros contextos de socialização e educação, contribui para forjar individualidades como síntese da identidade pessoal, grupal e familiar. De acordo com o exposto, o contexto da criança e sua formação cultural e social constituem uma realidade que o professor deve considerar para gerar condições que favoreçam a aprendizagem. Fatores como o ambiente sociofamiliar, a comunidade, a escola e as variáveis que caracterizam o clima escolar têm grande impacto na eficácia dos estabelecimentos escolares, onde os lares são mais desiguais, a tarefa educativa enfrenta maiores dificuldades e desafios. A escola deve fazer os esforços necessários para adequar suas expectativas às necessidades das famílias e incorporar o currículo de casa e as características diferenciais das famílias nas práticas escolares, mas não tomar o papel da família.

Palavras-Chave: 

Ambiente; Competências; Princípios; Valores.

PDF_ico.png