DE PROFESSORA A PESQUISADORA: OLHARES SOBRE A LEITURA E A ESCRITA NO CONTEXTO DA ALFABETIZAÇÃO

Márcia de Cassia Santos Mendes, Maria Aparecida Gusmão Pacheco

Resumo

O artigo tem como objetivo apontar reflexões tecidas pela professora no exercício da pesquisa acadêmica acerca da própria experiência docente, sem perder de vista as experiências das professoras colaboradoras. O texto é parte da pesquisa de mestrado embasado nos pressupostos teóricos de Bakhtin (2011) Freire (1989, 1986, 2006, 2013, 2019)) e Vygotsky (1988, 1991), e traz notas sobre o ensino da leitura e da escrita situada na formação Pacto Bahia e PNAIC. Neste contexto emerge o olhar da professora alfabetizadora que tornou-se formadora de professores(as), escritora, contadora de histórias e pesquisadora a respeito do ensino da leitura e da escrita como processos que caminham juntos nos anos iniciais à luz da perspectiva discursiva. Deste modo, destaca a escuta sensível das crianças sobre o lido para além de perguntas que estão explícitas no texto como uma das condições necessárias para o desenvolvimento das habilidades leitoras e escritoras. As reflexões dispostas no artigo chamam a atenção para o ensino pautado em um planejamento como estudo, demarcado de intencionalidade pedagógica permeado pela mediação permanente nas atividades propostas referentes à leitura e à escrita em cada ano do Ensino Fundamental e, não apenas, nos dois primeiros anos. Além disso, aponta a relevância da formação continuada fundada nos saberes experiências dos(as) professoras embasada nos pressupostos da pesquisa colaborativa.

Palavras-Chave: 

Professor; Pesquisador; Leitura; Escrita; Alfabetização .

PDF_ico.png