A CULTURA AFRO BRASILEIRA NO CONTEXTO EDUCACIONAL

Geisa Aparecida Peral

Resumo

O principal objetivo do estudo é de desconstruir o racismo e discriminação existentes no âmbito escolar e, a partir desta prática, estender um novo comportamento para o dia a dia da criança. Para tal, será utilizado o conhecimento como meio de desenvolver práticas no contexto escolar onde, na educação infantil, sobretudo, pode-se viabilizar tais estudos por meio de múltiplos métodos, como por exemplo, por meio da leitura, movimentos corporais, arte, entre outros. Transcorreu, ainda, sobre o olhar brasileiro, dentro da legislação, frente a cultura africana. O estudo tem a responsabilidade de dar respostas a duas questões: Como trabalhar a cultura africana e afro-brasileira na educação infantil? Há um planejamento específico para esse tipo de abordagem? Justifica-se a temática uma vez que o racismo e o preconceito se fazem presentes em todos os lugares e esse tipo de ato não exclui as escolas. Para desenvolvimento de tal estudo realizou-se a pesquisa bibliográfica, cuja base teórica inclui Brasil (1996), Cruz (2005), Romão (2005), Rocha (2006) e outros autores. A Educação Infantil dispõe de espaços elevados para lidar com a diversidade étnica existente na cultura brasileira, porque é nesta fase da educação básica que se inicia o processo de escolarização da criança. O artigo a seguir tratará sobre a abordagem da cultura africana e afro-brasileira, considerando-se os níveis de dificuldades em abordá-las no contexto educacional.

Palavras-Chave: 

Educação Infantil; Cultura Africana; Afro-Brasileira; Responsabilidade; Desenvolvimento.

PDF_ico.png