O MEDO QUE ATORMENTA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Edilamar Caonetto

Resumo

O medo é um tema que vem atravessando o cotidiano e marcando de forma cada vez mais a vida coletiva e individual, o que leva à modificação de comportamentos sociais e hábitos mentais. Este foi descrito como uma emoção primária, presente desde o nascimento, e comum na infância e adolescência. Alguns exemplos de medos: avião, violência, no caso de adolescentes, especialmente meninas, é o de engravidar, serem expulsos de casa, alguns adolescentes têm fobia escolar, etc. Uma das consequências para as pessoas mais abastadas são: os estilos de vida defensivos, como passar a viver entre os muros dos condomínios fechados, contratar seguranças particulares, a utilização de veículos blindados e obter porte de armas de fogo, etc., bem como segregar os desfavorecidos. Por isso, o objetivo geral dessa pesquisa é: melhorar o entendimento, com relação ao medo e como isso implica na vida do adolescente e consequentemente no adulto. Daí a importância do envolvimento dos pais, professores, gestores, ou seja, a sociedade como um todo tenha participação em esclarecimentos com relação a todos os medos citados de forma geral junto à sociedade, bem como os medos citados sobre a iniciação sexual, a relação ao comportamento diferenciado dos pais em relação às filhas e aos filhos; e o controle que a sociedade exerce sobre a sexualidade da mulher. Talvez por meio de artigos como esse, faça com que a sociedade como um todo procure por ferramentas capazes de auxiliarem a lidar com os medos.

Palavras-Chave: 

Medo, Adolescente; Escola; Família; Sociedade.

PDF_ico.png