HOMESCHOLLING, SOCIEDADE SEM ESCOLAS E ENSINO DOMICILIAR NO BRASIL

Janemayre Rosa Ferreira

Resumo

O presente artigo apresenta reflexões sobre o homeschooling, a obra Sociedade sem Escolas de Ivan Illich e o Projeto de lei n. 3.261/2015, de autoria do deputado Eduardo Bolsonaro. O texto parte da discussão posta nessa obra de Ivan Illich, que questiona a teoria da universalização do ensino defendido pelas instituições escolares e busca compreender o valor social e as implicações da corrente que valoriza a educação feita em casa, denominada de homeschooling. A ideia é compreender o formato da homeschooling e suas contradições e qual o papel da escola na transformação da realidade sociocultural que temos hoje. O artigo trata também de analisar a proposta do “Ensino Domiciliar”, terminologia utilizada em grande parte dos Projetos de Lei (PL) apresentados no Parlamento Brasileiro visando à previsão legal dessa modalidade de educação. Para tanto, buscamos respaldar nossa pesquisa nas obras de Ivan Illich (1973), Torres Santomé (2003), Paraskeva (2010), entre outros.

Palavras-Chave: 

Homeschooling; Sociedade sem escolas; Ensino domiciliar no Brasil.

PDF_ico.png