GESTÃO ESCOLAR E A BUSCA POR UMA ESCOLA INCLUSIVA

Carla Pereira da Silva

Resumo

O presente artigo propõe-se a tratar e propor possibilidades de argumentação concernentes à gestão escolar correlacionada com a inclusão da educanda e educando com deficiência de algum tipo. Ou seja, não haverá o foco em uma modalidade de inclusão específica, antes, se pensará a inclusão em suas dimensões mais gerais. Para tanto, na busca pela efetivação de tal proposta, avalia-se que apenas uma gestão democrática e participativa seja capaz de tal propósito. Ao fim e ao cabo, o que fundamenta tal empreitada é contribuir na ratificação de uma educação libertária e emancipadora. Nesta medida, a fundamentação se deu pela revisão da literatura, observando um modelo investigativo-descritivo, de cunho qualitativo. Destarte, o desenvolvimento deste trabalho possibilitou a convicção de que a inclusão significa o convívio com a diferença; o entendimento de que as diferenças que mantém as ideias em transformação e em evolução; e nesta medida, talvez, a educação participativa, libertária e emancipadora seja o principal artefato humano.

Palavras-Chave: 

Gestão democrática; Inclusão; Ensino-aprendizagem

PDF_ico.png