DIFIDULDADES DE APRENDIZAGEM DE LEITURAE ESCRITA EM ALUNOS NO PROCESSO DE
ALFABETIZAÇÃO

Priscila Braz dos Santos

Resumo

Com a leitura de diversos livros, pesquisas realizadas e acompanhamento conclui que as “Dificuldades de aprendizagem em alunos no processo de alfabetização” não é um tema claro e do conhecimento dos profissionais da educação, nem mesmo para os pais que requerem um retorno progressivo e repentino. Com a conclusão deste trabalho procurarei esclarecer algumas questões pertinentes ao caso. A finalidade desta pesquisa é repensar sobre: Como o professor identifica as dificuldades de aprendizagem de leitura e escrita em alunos no processo de alfabetização? Buscou-se encontrar resposta a esta questão, por meio de entrevistas com quatro professoras alfabetizadoras em escola de ensino público, verificando a formação dos profissionais e como este se dispõe para identificar as dificuldades dos alunos. Uma hipótese levantada foi que, as dificuldades de aprendizagem em alunos no processo de alfabetização não são detectadas nos anos iniciais, e com isso os professores não conseguem identificar a dificuldade existente. Esta hipótese não foi corroborada porque os professores conseguem identificar e analisar o problema existente, mas sem auxilio da família, junto das escolas e instituições de ensino e profissionais especializados, como psicopedagogo, para auxiliar este aluno, não existe a possibilidade de esclarecer e sanar as dificuldades existentes. O objetivo deste trabalho selecionado por capítulos é de esclarecer as dificuldades de aprendizagem de leitura e escrita, a alfabetização, o papel do professor alfabetizador. Como resposta às questões levantadas, serão citados autores, como: Andrade (2008), Azenha (2004), Jose e Coelho (2004), e outros, que fundamentam esta pesquisa.

Palavras-Chave: 

Alfabetização; Dificuldade de Aprendizagem; Professor.

PDF_ico.png