DEFICIÊNCIA INTELECTUAL EM CRIANÇAS NA IDADE ESCOLAR

Jaqueline dos Santos Barbosa

Resumo

O estudo apontado neste artigo aduz uma doença de origem neurológica, antigamente denominada como retardo mental causado em crianças na idade escolar, mas estudos mais recentes a denominaram como deficiência intelectual (DI) é um transtorno neurológico comum na infância e adolescência. As funções intelectuais, apresentam um déficit e são confirmados pela avaliação clínica e testes de inteligência padronizados e individualizados realizados em crianças a partir de 5 anos, normalmente são de fácil percepção, tanto por seus genitores quanto na unidade escolar.Com o agravamento da doença algumas detém uma limitação distinta, como por exemplo: o funcionamento de uma ou mais atividades diárias, comprometendo a comunicação e o aspecto social, com repercussões nos diversos ambientes: casa, escola e trabalho. Portanto, e de suma importância que os educadores e corpo escolar possa em primeiro momento distinguir algum tipo de deficiência se caso a mesma não saiba e seus genitores não o tenham encontrado, e posteriomente se houver alguma caracterização de doença mental haja o diagnostico para que haja o tratamento adequado. No entanto, como distinguir tais comportamentos, se algumas crianças nesta fase inicial de fato têm comportamentos bem peculiares. Alguns comportamentos de fato divergem da normalidade tais como: a cognição e o comportamento adaptativo, com início antes dos 18 anos, ou até algum histórico familiar, que possa desencadear algum episódio disfunção intelectual. Assim devemos olhar com mas afeto e cuidado, pois o ponto inicial para determinar uma vida é a primeira infância e sua fase escolar, como marco de uma vida de uma pessoa portadora de deficiência seja ela física ou intelectual, e praticar a inclusão escolar, esse deve e sempre será o papel das instituições de ensino.

Palavras-Chave: 

Transtorno mental, transtorno DI, disfunção neurológica.

PDF_ico.png