A APLICAÇÃO DO LASER TERAPÊUTICO EM ÚLCERAS POR PRESSÃO

Isaque Alves Souza, Rafael Carneiro Silva, Aparecido Divino da Cruz, Alex Silva da Cruz, Raphael Silva da Cruz

Resumo

O presente estudo realizou uma revisão narrativa da literatura sobre o tratamento de úlceras por pressão por meio de laser terapia de baixa intensidade. Uma busca foi realizada nas bases de dados eletrônicos Pubmed, Scielo e Medline de forma manual. Os parâmetros de seleção dos artigos foram àqueles relacionados ao tratamento de escaras por laser terapêutico, em artigos originais indexados nos idiomas português e inglês no período de 2009 a 2021. Ao analisar os resultados foi identificado que o laser terapêutico de baixa potência apresentou melhores resultados para o tratamento das úlceras de pressão, sendo que os principais parâmetros utilizados apontaram que os tipos de lasers que possuem maiores aplicabilidades são Hélio-Neônio (HeNe), Arseneto de Gálio (AsGa) e Alumínio Gálio Índio Fósforo (AlGaInP), sendo que a forma de emissão contínua, a percepção do feixe visível e os comprimentos das ondas no tamanho de 632,8 nm, 658 nm e 660 nm são os mais eficazes. Em relação aos métodos de aplicação e potência de emissão, as técnicas pontuais (centro da ferida) e varreduras (bordas da ferida) a 4J/cm², obtiveram melhores efeitos para o controle da dor, cicatrização e retorno a sensibilidade tátil no local das úlceras de pressão.

Palavras-Chave: 

Úlcera de pressão; Terapia a laser; Fisioterapia.

PDF_ico.png