ANÁLISE CIENCIOMÉTRICA DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE PEIXES CONTINENTAIS NO BRASIL

Fernanda Sousa Santos, Calebe Bertolino Marins de Campos, Lysa Bernardes Minasi, Aparecido Divino da Cruz, Alex Silva da Cruz

Resumo

O objetivo deste trabalho foi quantificar a produção científica sobre espécies de peixes continentais no Brasil. Para promover o estudo cienciométrico foi utilizada a base dados Scopus onde foi realizada uma pesquisa de 2001-2020 com as palavras chaves: “fish”, “dams” e “Brazil”. Posteriormente, os dados foram analisados com auxílio do software RStudio usando o pacote Bibliometrix. Foram obtidos 346 artigos científicos e 226 foram selecionados. Os anos com mais produções foram: 2020 (28 artigos); 2012 (20 artigos); 2019 (19 artigos); 2017 (17 artigos) e 2015 (18 artigos). O periódico mais usado foi Neotropical Ichthyology com 38 publicações. No Brasil toda a universidade que mais contribuiu para o conhecimento científico acerca da ictiofauna foi a Universidade Estadual de Maringá, Sul do Brasil. Nota-se que o Brasil estuda muito pouco acerca de seus peixes, um número de 226 artigos em 20 anos é pequeno, tendo em vista o rompimento de barragens, o avanço da exploração hídrica e contaminações da água.

Palavras-Chave: 

Cienciometria; Ictiofauna; Brasil.

PDF_ico.png