A SÍNDROME DE DOWN E SUAS CARACTERÍSTICAS NO ENSINO

Samanta Moraes de Oliveira

Resumo

Em meio ao contexto histórico inclusivo se faz necessário um comprometimento de toda a comunidade escolar, incluindo pais, alunos e professores, para que haja uma evolução na vida escolar e social da criança com síndrome de Down. O presente artigo apresenta discussões acerca da inclusão de crianças com Síndrome de Down nas escolas regulares de ensino. Para tanto, faz uma breve análise sobre as legislações nacionais inclusivas no Brasil, que prevê que as crianças e adolescentes em idade escolar tenham garantido seu direito de acesso à educação formal de maneira adaptada, visando a inserção do aluno de maneira completa no ambiente escolar e com acesso integral ao ensino. A partir de Revisão Bibliográfica foi possível concluir que, embora a passos curtos, a inclusão de alunos com Síndrome de Down vem se desenvolvendo a contento. E o AEE vem contribuindo de forma positiva para que esses educandos venham a se desenvolver por meio de metodologias adequadas e específicas para cada deficiência. Acredita-se, portanto, que indivíduos com Síndrome de Down possuem habilidades e potencialidades como qualquer outro, entretanto, suas limitações cognitivas, de linguagem e de desenvolvimento global necessitam de um tempo diferenciado para se desenvolverem, onde a estimulação adequada irá contribuir de forma satisfatória e apresentar avanços significativos.

Palavras-Chave: 

Educação Infantil; Síndrome de Down; Educação Inclusiva.

PDF_ico.png