A ORALIDADE E A ESCRITA CRIATIVA: CAMINHOS QUE SE CRUZAM

Talita Alves Silva

Resumo

O presente artigo busca identificar meios e suportes para promover um percurso que ultrapassa a mera descoberta do alfabeto à leitura fluente e significativa, adotando alternativas para promoção e construção da escrita criativa nos anos iniciais do Ensino Fundamental. O viés teórico inclui os estudos sobre a oralidade e escrita (MARCUSHI, 2005; KOCH, 2011), sobre a oralidade, alfabetização (BELINTANE, 2013; NANCI, 2013), além de teóricos versados no conceito de leitura criativa (ANTUNES, 2003) e de DALLA-BONA e BUFREM (2013). Ao final pretende-se comprovar que a inserção da oralidade no contexto de sala de aula pode proporcionar experiências escolares envolventes e efetivas à escrita criativa.

Palavras-Chave: 

Escrita criativa; Oralidade; Leitura

PDF_ico.png