A DRAMATICIDADE DO BARROCO – “RELEITURAS COMTEMPORÂNEAS DE OBRAS DE CARAVAGGIO”

André da Silva Freitas

Resumo

Este artigo tem como objetivo realizar uma análise sobre a dramaticidade utilizada nas obras do Barroco, especificamente nas obras do artista Michelangelo Merisi da Caravaggio (Caravaggio – 1571 a 1610). A partir desta análise e reflexão, analisar as características e referências nas releituras de duas obras, Narciso (1597/1599), e São Jerônimo em Meditação (1605) de André Freitas. Essas releituras propõem um resgate da no estilo da luz e a dramaticidade utilizada no Barroco, com crítica social.

Palavras-Chave: 

Barroco; Carabaggio; Dramaticidade.

PDF_ico.png