FORMAÇÃO DO DOCENTE DA EJA

Dirlei Carpejani de Jesus, Divino Alves Dos Reis, Gilma Aparecida dos Santos, Joaquim Campos Da Silva, Selma Fonseca da Silva Aguiar

Resumo

Este artigo tem por objetivo tratar sobre a formação de professores para a Educação de Jovens e Adultos trazendo ao debate a relevância da formação continuada na especificidade da modalidade de ensino a jovens e adultos, principalmente quando esta, não foi contemplada na formação inicial. Em razão disso, coloca-se a questão da aprendizagem do professor que, enquanto sujeito singular, possui uma história de vida, aprende e reconstrói seus saberes na experiência. De tal maneira, apresenta-se a significação da formação continuada, como espaço e tempo de reflexão e de produção pedagógica, contribuindo e estimulando os professores a assumirem a responsabilidade de seu próprio desenvolvimento profissional e pessoal, e a participarem como protagonistas na implementação das políticas públicas educacionais dentro do contexto da Educação para Jovens e Adultos, que emerge hoje como uma das questões significativas do processo educacional. Baseada na produção dialética do conhecimento, a formação continuada como processo de construção e reconstrução de saberes docentes, desafia para produzir conhecimentos e criar novas estratégias práticas de ações, pois o educador terá que construir novos saberes docentes direcionados para o ensino-aprendizagem de adultos, (re)significando sua práxis pedagógica. O resgate da trajetória histórica da Educação de Jovens e Adultos remete-nos a primeira parte desse trabalho.

Palavras-Chave: 

: EJA; Formação; Prática Pedagógica; Educação, Professores; Práxis.

PDF_ico.png