PARTICIPAÇÃO COMUNITÁRIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: DESAFIOS PARA SE CONSTRUIR UMA EDUCAÇÃO DE GESTÃO PLURAL E DEMOCRÁTICA

Raquel Oliveira de Abreu

Resumo

São muitas as dificuldades relacionadas ao trabalho de intermediação, orientação e acolhimento da população junto ao espaço escolar. Tendo em vista a importância da participação da comunidade no processo de ensino aprendizagem e gestão, a presente pesquisa visa refletir acerca dos desafios da educação infantil quando entendida a partir de uma perspectiva plural por onde todas e todos são partícipes na formação das crianças. Portanto, pretende-se aqui, por meio da pesquisa qualitativa, coletar informações, analisar os registros e as narrativas de representantes do corpo docente e da coordenação que atuam junto ao Centro Educacional Unificado (CEU) – Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Rosa da China, situada no bairro Jardim São Roberto, localizado na zona leste do município de São Paulo, território marcado por grandes desigualdades no âmbito socioeconômico. O intuito é investigar quais são as estratégias pedagógicas empreendidas para que seja possível conceber a escola como um espaço comunitário, pluriversal e com uma mediação acessível à população. Acredita-se que por meio de tais iniciativas, surjam caminhos de superação da situação de vulnerabilidade com a qual esta comunidade é confrontada cotidianamente, revigorando assim medidas que confluam para a afirmação de uma escola democrática por onde seja garantido o pleno exercício da cidadania.

Palavras-Chave: 

CEU; Participação Comunitária; Educação Infantil; Cidadania; Gestão Escolar.

PDF_ico.png