REALIDADE DOCENTE FRENTE A INCLUSÃO DE ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS

Cristiane Regina de Sales Silva

Resumo

A partir de 1985, com a obrigação das escolas públicas matricular os educandos com Necessidades Especiais colocou a escola de cabeça para baixo, uma vez que os docentes já penavam com a indisciplina e o excesso de alunos ditos “normais” em sala de aula. Seria tudo muito perfeito se a teoria se traduzisse na prática, mas não é o que acontece. Os alunos com necessidades especiais, que deveriam receber Atendimento Especial, são postos nas classes regulamentares, sem nenhum suporte adequado, tanto para si, quanto para o professor, quanto pra os demais alunos, gerando desequilíbrio a todos mas principalmente para o docente.

Palavras-Chave: 

Estresse; Improviso; Despreparo.

PDF_ico.png