O CANDOMBLÉ NO TERREIRO ILÊ AXÉ ALÁ OFUN NO BAIRRO CANSANÇÃO EM JEQUIÉ: O LEGADO NA MEMÓRIA DE UM POVO

Paulo Roberto Nogueira Silva, Maria de Fátima Araújo Di Gregorio

Resumo

O presente trabalho investiga, em uma perspectiva teórica e interpretativa como o candomblé, religião de matriz africana e seu sistema religioso teve sua origem no Brasil, cultuada pelos escravizados na época da colonização. Faz-se uma contextualização histórica sobre o candomblé e como ele é cultuado nos terreiros. Para tanto, objetivos específicos são: identificar se a presença das religiões africanas a partir do tráfico dos escravizados trazidos para o Brasil, o culto aos orixás e o uso das folhas nos rituais. Por meio de relatos dos membros do Terreiro Ilê Axé Alá Ofun (yalorixá, babalaxé e ogans) sobre a organização, a hierarquia, as atividades, descreve-se o terreiro por meio da pesquisa qualitativa, empírica, utilizando a metodologia da História Oral(HO) com a abordagem narrativa que põe em evidencia o trabalho desenvolvido no terreiro de candomblé.

Palavras-Chave: 

Candomblé; Religião de matriz africana; Escravizados; Terreiro.

PDF_ico.png