GESTÃO DEMOCRÁTICA NO AMBIENTE ESCOLAR

Manoel Cicero da Silva Filho

Resumo

A escola está diariamente sendo invadida por inúmeras ideias, teorias e às vezes os educadores não sabem para onde vão, nesta perspectiva, este artigo traz à tona à questão da democratização da gestão escolar, abordando o quão difícil pode ser essa ação, mediante a vivência em uma sociedade cujos padrões sociais estão imbuídos de autoritarismo, individualismo e egocentrismo. Diante de todas as atribuições aqui relatadas e feitas ao trabalho desempenhado por funcionários, percebe-se por parte dos mesmos um exercício exacerbado do poder não só político como, social e econômico. Neste contexto à escola, como instituição do sistema, está sujeita a essa relação ambígua, para não dizer contraditória. Aqui tem- se a pretensão de refletir sobre este tema, objetivando investigar os pressupostos que envolvem a gestão democrática para auxiliar a comunidade escolar na busca da melhoria da qualidade de ensino. Este artigo não tem respostas prontas e definitivas, mas se preocupa em apontar determinados vieses que podem (ou não) conduzir a um processo escolar democratizado, diante de uma gestão que faça da democracia seu anseio maior.

Palavras-Chave: 

Gestão; Escola; Democracia; Participação.

PDF_ico.png