A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS DURANTE O ENSINO DE MATEMÁTICA

Daniela Carolina Diogo Stahelin

Resumo

Esse artigo busca refletir a respeito da contribuição dos jogos durante o processo ensino aprendizagem de matemática. Os exercícios e os jogos não devem ser vistos como competidores pelo tempo de aula, nem os jogos devem ser vistos como preenchedores de tempo ou recompensas. Na verdade, os jogos satisfazem muitos objetivos de exercício padrão - e com muitas opções integradas. O exercício tende a se tornar tedioso e, portanto, aos poucos vai perdendo sua eficácia. Os jogos aliviam o tédio porque as crianças gostam deles. Na verdade, as crianças costumam querer jogar jogos de matemática do dia- a- dia durante seu tempo livre, inclusive durante o almoço e o recreio. Os jogos de matemática do dia-a-dia oferecem uma fonte quase ilimitada de material problemático. E como os números na maioria dos jogos são gerados aleatoriamente, os jogos podem ser reproduzidos indefinidamente sem a repetição dos mesmos problemas.

Palavras-Chave: 

Competidores; Recompensas; Tempo.

PDF_ico.png