A DOCÊNCIA DE GEOGRAFIA E A TROCA DE CICLOS

Isabel de Souza Baptista Oliveira

Resumo

Esse artigo busca refletir a respeito da docência de Geografia no Ensino Fundamental e seus percalços durante a transição de ciclos. O professor que em grande parte não opta pelo ensino fundamental (anos finais) como primeira escolha e sim para o preenchimento de carga horária, não possui traquejos para compreender as necessidades do grupo recém-chegado e sequer dispõe de tempo para abordar questões tão relevantes para eles, mas pouco ligadas ao conteúdo, como saber o nível da sua alfabetização. Durante a transição de ciclos devem ser melhor observadas e acompanhadas, tendo mais precisão no que diz respeito a parte psicológica que influencia direto na pedagógica, cabendo ao professor auxiliar estes alunos, meio a tantas incertezas. A metodologia nesse artigo é bibliográfica, baseada em autores que denotam sobre a docência nessa faixa etária. Os objetivos desse artigo são: refletir a respeito da troca de ciclos do ensino fundamental (séries finais) para o ensino médio; reconhecer o trabalho do docente nessa fase escolar e saber como se trabalhar com seus alunos. Como considerações finais foi possível compreender que a docência das séries finais do ensino fundamental é fundamental na transição de ciclos.

Palavras-Chave: 

Ciclos; Geografia; Necessidades

PDF_ico.png