COORDENADOR PEDAGÓGICO REFLEXIVO:
RESSIGNIFICANDO SUA ATUAÇÃO NO COTIDIANO ESCOLAR

Rosemeire Francisca Neves Pereira

Resumo

O presente artigo aborda sobre a importância de um coordenador pedagógico ser reflexivo para desempenhar suas atribuições no cotidiano educacional, apontando para a necessidade de se ter maiores clarezas nas delimitações destas para que não ocorram desvios de funções que o sobrecarreguem e dificultem os momentos de reflexões. Inicialmente, traz os desafios para a construção de uma identidade profissional do coordenador pedagógico, pois suas atribuições, papel e função parecem estar sediadas pela burocracia e uma perspectiva ultrapassada de se constituir como um fiscalizador da prática docente. Em sequência, aponta para algumas atitudes que precisam ser valorizadas enquanto outras abandonadas, entendendo sua essencialidade na mediação das relações interpessoais. Em continuidade, mostra como este profissional é fundamental na formação continuada dos docentes, maximizando a ação da práxis por meio da provocação. Por fim, conclui evidenciando que o profissional que atua na coordenação pedagógica precisa ser reflexivo para compreender o contexto educacional, a realidade local e realizar intervenções possíveis que melhore a qualidade de ensino ofertado em uma perspectiva de coletividade, colaboração e participação de todos. Traz por objetivo problematizar os desvios de funções que tem ocorrido com os coordenadores pedagógicos, desfavorecendo a sua reflexão cotidiana. Trata-se de uma pesquisa de revisão de literatura.

Palavras-Chave: 

Identidade Profissional; Coordenação Pedagógica; Formação Continuada.

PDF_ico.png