CAPACIDADE DINÂMICA GERENCIAL DE ESCOLAS PRIVADAS BRASILEIRAS DE EDUCAÇÃO BÁSICA

Lia Schuch Ventura, Marta Fabiano Sambiase

Resumo

Este artigo objetiva identificar a Capacidade Dinâmica Gerencial (CDG) na gestão de instituições de ensino básico privado no Brasil. Conhecer a CDG é útil para estudos cujos interesses estão focados na compreensão das decisões gerenciais, principalmente, além da estratégia empresarial, podendo envolver mudanças estratégicas e desempenho corporativo sob condições de mudança; assim, as capacidades dinâmicas gerenciais são capacidades pelas quais empreendedores e gestores constroem, integram e reconectam recursos e competências organizacionais (ADNER; HELFAT, 2003). No ambiente de gestão de escolas privadas de ensino básico brasileiro, a CDG se torna um desafio maior uma vez que há uma tendência de a gestão destas organizações ser realizada por profissionais da educação e vindos de outras áreas de licenciatura, que não a administração de empresas. Neste contexto, para conhecer a CDG de escolas privadas de ensino básico, este estudo persegue o objetivo metodológico de verificar a validade de uma escala quantitativa para o constructo Capacidade Dinâmica Gerencial em suas três dimensões: capital humano, capital cognitivo e capital social. Por fim, a presente pesquisa avança na compreensão deste conceito e contribui com melhor compreensão da capacidade gerencial escolar, podendo, com isto, levar mais conhecimento de gestão aos gestores escolares.

Palavras-Chave: 

Capacidade dinâmica gerencial; Gestão Escolar; Educação Básica.

PDF_ico.png