A CONTAÇÃO DE HISTÓRIA COMO FERRAMENTA PARA ENRIQUECER A PRÁTICA PEDAGÓGICA

Elaine Ferreira Santos

Resumo

Esse artigo pretende buscar reflexões a respeito das histórias infantis e suas contribuições para o enriquecimento das práticas pedagógicas. Os contos foram transmitidos de geração em geração, enriquecendo os jovens com valores, crenças, imaginação e criatividade. A literatura infantil ainda desempenha um papel crucial na educação, pois fornece conhecimento e entretenimento. Ler ou ouvir histórias e contos pode ser considerada uma prática comunitária significativa, capaz de impactar as gerações jovens, capacitando-as e preparando-as para o futuro. Uma vez que a cultura é crucial para a aprendizagem, as histórias têm um papel fundamental na formação do papel do indivíduo na sociedade, tornando-se um recurso útil do ponto de vista didático, psicológico / terapêutico e pedagógico. Do ponto de vista didático, os livros de histórias podem fornecer às crianças novas informações sobre o mundo, enriquecer o vocabulário e aprimorar habilidades linguísticas específicas (na sala de aula ou em casa), fomentando a comunicação entre o contador de histórias (professor, pai ou outra equipe profissional) e o ouvintes.

Palavras-Chave: 

Aprendizagem; Gerações; Habilidades Linguísticas.

PDF_ico.png