ANÁLISE DISCURSIVA DA REVISTA QUERIDA
DISCURSO PATRIARCAL, ENSINO E RESISTÊNCIA

Anna Luiza Reis Leal, Priscila Gabriela Oliveira Sousa, Dasy Lene Faria Coelho, Rodrigo Duarte Araújo

Resumo

O artigo tem como objetivo analisar o conteúdo retirado da revista Querida buscando destacar o caminho dos reflexos das questões coloniais do eurocentrismo, do patriarcado e do capital pelo qual foram transmitidas e instauradas múltiplas ideologias de condicionamento do corpo da mulher. Nesse sentido, propomos que o ensino enfoque novas perspectivas de estudar a língua, que projete um deslocamento do sujeito a partir de perspectivas discursivas que busquem um despertar crítico sobre o que ocorre em nossa sociedade. Intentar novas maneiras de pensar a língua como uma rede ideológica, não transparente, permeada de furos, rompendo com o que é trazido tradicionalmente é possibilitar ao aluno se perceber parte da sociedade, sujeito capaz de se posicionar, de confrontar enunciados que cheguem prontos até ele. Lembremo-nos da fundamental importância da educação nesse processo. Ela segue sendo uma ferramenta indispensável para a transformação social, com horizonte na emancipação humana, logo, o ensino é um canal ideal para movimentação desses sentidos.

Palavras-Chave: 

Análise Discursiva; Educação; Linguagem.

PDF_ico.png