ALTERNATIVAS METODOLÓGICAS PARA O ENSINO DA CRIANÇA COM AUTISMO: UMA REVISÃO NARRATIVA

Grasiela Taverna

Resumo

Os processos de ensino-aprendizagem para crianças autistas apresentam desafios, nessa perspectiva a ampliação das discussões sobre métodos que potencializem essa dinâmica são essenciais. Objetivou-se com o presente artigo contribuir com esta discussão a partir do conhecimento sobre o autismo e as alternativas metodológicas para o ensino da criança autista, por meio de artigos já publicados. A pesquisa possui uma abordagem qualitativa, sendo uma pesquisa de cunho exploratório, caracterizando-se como pesquisa bibliográfica. Na coleta de dados foram selecionados, após critérios de inclusão e exclusão, 14 documentos a partir das bases de dados Scielo e Periódicos CAPES. O artigo, a partir do material coletado, aborda as dificuldades no processo de inclusão do aluno autista na sala de aula; os resultados ainda demonstraram que, entre as práticas pedagógicas de ensino que podem auxiliar nesse processo, são relevantes as atividades que estimulam as funções cognitivas como as práticas lúdicas com jogos e brincadeiras, a utilização de recursos visuais, rodas de história e atividades de compreensão da escrita. No processo de inclusão, é essencial que o professor elimine rótulos e acredito no potencial dos seus alunos, sem esperar resultados imediatos, mas sim, compreendendo e trabalhando no tempo de cada criança. Com isso, fica claro que ainda são escassas as práticas pedagógicas relacionadas diretamente ao ensino da criança autista, portanto, é essencial que novos estudos sejam desenvolvidos para a construção de novas hipóteses e métodos que possam tornar o ensino-aprendizagem do autista uma ação eficaz.

Palavras-Chave: 

Ensino-Aprendizagem; Métodos de Ensino; Transtornos Globais do Desenvolvimento; Transtorno do Espectro Autista.

PDF_ico.png