A CONSTRUÇÃO DA NOÇÃO DE CONHECIMENTO CIENTÍFICO POR UM RECORTE AFRODESCENDENTE

Sonia Maria da Silva Reis

Resumo

Em meio ao cenário de desigualdade socioeconômica do país, percebem-se alguns hiatos na atualidade constituídos por políticas de ações afirmativas que surgem, por sua vez, como estratégias combatentes e reparadoras de determinadas atitudes discriminatórias assumidas no passado e no presente da história socioeconômica-cultural brasileira. O presente trabalho tece uma reflexão de uma dessas políticas de ação afirmativa, desenvolvida pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) com relação a um determinado recorte de alunas do curso de Serviço Social graduadas nessa universidade no ano 2000.Todas elas integrantes do curso Pré-Vestibular para Negros e Carentes (PVNC). O estudo busca compreender o processo de construção da noção do conhecimento científico nessas alunas egressas. As pesquisadas, junto à referida universidade, fizeram história, que por sua vez, dentre outros sujeitos coletivos, contribuíram para o advento e até mesmo o despontar da democratização do acesso à Educação Superior no seio da sociedade brasileira.

Palavras-Chave: 

Políticas afirmativas; Pré-vestibulares comunitários; Processo; Conhecimento científico.

PDF_ico.png