POR UM BRINCAR SIGNIFICATIVO:
OS ESPAÇOS EXTERNOS E SUAS POTÊNCIAS SIMBÓLICAS

Priscila Bezerra Cardoso de Oliveira

Resumo

Este artigo foi elaborado em torno da necessidade de buscar bibliografia recente que paute o tema do brincar na infância e sua manifestação nas culturas infantis levando em consideração os espaços externos e as possibilidades que ele pode oferecer. O brincar, quando acontece do lado de fora, amplia repertórios, conteúdos imaginativos e para quem observa no caso, o professor, muito prazeroso, dado a quantidade de possibilidades presente na brincadeira.

Palavras-Chave: 

Culturas infantis; Brincar heurístico; Educação Infantil; Espaço externo; Brincadeiras naturais.

PDF_ico.png