OLIMPÍADA INTERESCOLAR DE MATEMÁTICA:
UM PROJETO EXITOSO – O MEIO

Givaldo da Silva Costa

Resumo

O presente artigo é uma continuação do relato de uma experiência marcante vivida na região do litoral sul do Estado de Pernambuco envolvendo alunos e professores dos anos finais do ensino fundamental, tendo como suporte as competições intelectuais com o objetivo de trabalhar uma Matemática mais instrumental e dinâmica, em que os materiais concretos manipuláveis, entre eles os jogos matemáticos e calculadoras, dividem espaço com formulários abordando símbolos e figuras geométricas, medidas do sistema métrico decimal, História da Matemática, entre outros, em contraponto com nossas escolas em que há predomínio de teorização excessiva em detrimento de práticas. Como instrumento pedagógico o evento nos permite ver de perto problemas internos e externos aos muros escolares com que a educação se depara em relação ao ensino-aprendizagem, com ênfase a real averiguação dos saberes e metodologias aplicadas, assim como aprofundar a relação afetiva dentro e fora do ambiente escolar, tanto entre professores e alunos, como também entre os próprios professores. Como registrado na edição anterior desta revista, ratificamos que, apesar de ser apresentada como competição entre escolas, o projeto permite ser facilmente adaptado como atividade interna com equipes de alunos de mesmo ano escolar ou de anos escolares diferentes.

Palavras-Chave: 

Perseverança; Instrumentalização; Afetividade.

PDF_ico.png