O DESEMPENHO DA ESCRITA DE PALAVRAS DE ALUNOS SURDOS DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE BAYEUX-PB

Cleoneide Jerônimo de Souza Coura

Resumo

O artigo versa sobre a apropriação da escrita do português por estudantes surdos inclusos no Ensino Fundamental II de turmas regulares do município de Bayeux no Estado da Paraíba. Objetiva averiguar o nível de desempenho da escrita de palavras do português como L2 de 16 alunos surdos do Ensino Fundamental da Rede Pública Municipal de Bayeux-PB, com perda auditiva severa e/ou profunda, que sejam sinalizadores, aplicando o Protocolo de Avaliação do Desempenho da Escrita de Palavras por Aprendizes Surdos (PADEPAS) para observar se há evolução no nível da aprendizagem dos alunos do 6º ao 9º anos. As teorias norteadoras deste trabalho focalizam as interações sociais como princípio básico das construções cognitivas, entre elas a linguagem. O corpus do presente trabalho foi constituído por 16 alunos surdos, matriculados em turmas do 6º ao 9º anos da Educação Básica. A metodologia aplicada utilizou o instrumento de análise da escrita de surdos PADEPAS na versão digital. O instrumento é proposto a partir do gênero textual, lista de compras do tipo supermercado. Seus pressupostos compreendem que o processo de aprendizagem da escrita do surdo deve ser pautado no bilinguismo. Este instrumento construído e validado para aprendizes surdos bilíngues, que tem a Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS como a língua materna e a língua portuguesa a segunda língua. Conta com uma tarefa de nomeação de palavras e apresenta os níveis de desempenho de escrita relacionada à escolaridade esperada dos participantes.

Palavras-Chave: 

Segunda Língua; Aquisição; Surdos; Escrita; Bilinguismo.

PDF_ico.png