ENTRAVES ETNOCRÁTICOS ÀS NEGOCIAÇÕES DE PAZ ÁRABE-ISRAELENSE: ANTI-SIONISMO E ANTI-SEMITISMO CONTEMPORÂNEO

Rui Samarcos Lora

Resumo

O objetivo deste artigo é discutir como as questões étnocráticas contemporâneas de Israel influenciam e até mesmo afetam o andamento das negociações de paz entre árabes e israelenses no Oriente Médio. Como objetivo específico, o artigo procura argumentar que a dificuldade de interpretar o sionismo como movimento político se dá pelo fato de a religião estar atrelada ao Estado israelense por meio de suas ações e mecanismos. De igual forma, tal peculiaridade impede que discussões sobre identidade e etnias sejam consideradas em um nível unicamente político, principalmente pela necessidade de se diferenciar sionismo de semitismo, assim como de anti-sionismo de anti-semitismo. Ademais, o intuito da discussão é mesmo o de destacar a dificuldade em se conceituar o judaísmo como etnia ou religião, sendo um conceito híbrido fundamental para entender os bastidores das negociações para paz na região.

Palavras-Chave: 

Construção da Paz; Conflito no Oriente Médio; Israel; Palestina; Sionismo; Etnocracia.

PDF_ico.png