CONTAÇÃO E DA CRIAÇÃO DE HISTÓRIAS NO CONTEXTO DAS CRIANÇAS

Juliana Minucelli

Resumo

Na contação e da criação de histórias pelas próprias crianças, por meio de livros de ilustração na educação infantil, tem possibilitado a aprendizagem e a ampliação da capacidade de comunicação das crianças ao perguntar, ao expor seus pensamentos e ao fazer novas descobertas. As histórias permitem as crianças conhecer os valores, os costumes e a cultura. Dessa forma, literatura infantil e escola, juntas, se unem para trazer as informações necessárias ao desenvolvimento intelectual da criança. A literatura infantil está no centro do processo de transformações que a sociedade enfrenta e têm vínculos diretos com a escola. Conforme Souza e Bernardino (2011), a contação de histórias é uma estratégia pedagógica, que se bem utilizada pode favorecer significativamente a prática docente na educação infantil. Por meio desta prática é possível estimular a imaginação, educar, instruir, desenvolver habilidades cognitivas, dinamizar o processo de leitura e escrita, além de ser uma atividade interativa que potencializa a linguagem infantil. Além de ser utilizada como estratégia pedagógica a literatura infantil pode oferecer à criança, desde que devidamente utilizada de forma correta, à percepção, o desenvolvimento, a sensibilidade do leitor infantil e sua imaginação. Na atualidade podemos observar o crescimento qualitativo dos livros de literatura infantil com uma diversidade de textos, figuras e linguagens que ajudam a prática educativa do professor, sendo instrumento de fundamental importância para apoiar a atividade de contação de histórias.

Palavras-Chave: 

Contação; Crianças; Aprendizagem; Desenvolvimento; Literatura.

PDF_ico.png