A IMPORTÂNCIA DO VÍNCULO NO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE ZERO A SEIS ANOS

Rita de Cássia Santana

Resumo

Esse artigo foi elaborado com base em pesquisas a respeito do tema “vínculo na primeira infância”, considerando a formação do vínculo como a base para o desenvolvimento psíquico e tendo como pano de fundo a relação mãe e bebê. Aos olhos da psicopedagogia a história das relações familiares constitui uma teia, que deverá ser percorrida tanto para conhecer o paciente quanto para resgatar suas habilidades e melhorar sua autoestima. Na visão winnicotiana a formação do vínculo na primeira infância é o alicerce para um desenvolvimento salutar e, com o passar dos tempos a construção deste tem sido primordial e decisivo na formação mais equilibrada da estrutura psíquica e, por consequência, da estrutura física dos indivíduos. Desde o momento da gestação, passando pelo nascimento e pela primeira infância, chegando às relações perpetuadas, os vínculos são laços que deixarão suas marcas por toda a vida. A psicopedagogia estuda e trilha os caminhos que formaram os vínculos durante a primeira infância, o que pode servir como base para atenuar e reconhecer fatos que podem interferir na vida do sujeito como aprendente.

Palavras-Chave: 

Vínculo Mãe-Filho; Infância; Desenvolvimento.

PDF_ico.png