PRINCIPAIS DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO DEMOCRÁTICA NAS ESCOLAS PÚBLICAS BRASILEIRAS

Ana Rosa Noronha Dutra

Resumo

A gestão democrática e participativa nas escolas públicas é incentivada pela legislação brasileira e por muitos autores que defendem este modelo de gestão, visando a melhoria da qualidade de ensino e a transformação da nossa sociedade, para que tenha um caráter mais justo, colaborativo e sustentável. Embora seja idealizada nas diversas leis que pautam sobre educação e pelos profissionais da área, a gestão democrática ainda encontra muitos obstáculos para garantir a sua implementação e permanência nas escolas públicas de nosso país. Realiza-se uma pesquisa bibliográfica exploratória e análise qualitativa de artigos e trabalhos sobre o tema, com o objetivo de identificar as principais dificuldades enfrentadas para a implantação da gestão democrática nas escolas públicas brasileiras. Identificamos que é necessário criar espaços e estratégias de participação e garantir que todos os agentes envolvidos na educação do estudante possam dialogar, opinar e tomar decisões em conjunto sobre os aspectos pedagógicos, financeiros e administrativos da escola, como uma comunidade. O Conselho de Escola e o Grêmio Estudantil podem ser utilizados como espaço de participação visando a formação de cidadãos críticos, conscientes e participativos que poderão contribuir no processo de melhoria da qualidade da educação.

Palavras-Chave: 

Gestão democrática; Participação; Escola pública.

PDF_ico.png