PAISAGISMO, JARDINAGEM E RECICLAGEM NO AMBIENTE ESCOLAR: LIMPEZA E ORGANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS COLETIVOS POR MEIO DA PINTURA E ARTE DOS ESTUDANTES DA ESCOLA ESTADUAL CREUSLHI DE SOUZA RAMOS “ESCOLA PLENA”

Claudileide Cazavechia Kremer

Resumo

O presente estudo tem como objetivo sensibilizar os estudantes da Escola Estadual Creuslhi de Souza Ramos – “Escola Plena”, sobre a organização dos espaços coletivos por meio da pintura e artes por meio do projeto paisagismo / jardinagem e reciclagem no ambiente escolar: limpeza e organização dos espaços coletivos por meio da pintura e arte dos estudantes da Escola Estadual Creuslhi de Souza Ramos “Escola Plena”. A ação didática se torna inovadora e a ludicidade colabora com o processo de ensino e aprendizagem, facilitando a compreensão e desenvolvendo o protagonismo estudantil que são imprescindíveis no processo de ensinar e aprender, utilizando assim, subsídios teóricos e práticos, pois, ao tratar da ação docente, a didática abrange também métodos que sugerem coordenação de estratégias para um ensino significativo. O presente relato de experiência traz uma abordagem qualitativa utilizando a, como intervenção escolar que ocorreu no início do segundo semestre de 2019, envolvendo 30 estudantes do Ensino Fundamental. A manifestação artística foi constituindo por meio da imaginação dos mesmos por meio da linguagem gráfica e pictórica que utilizaram o paisagismo/ jardinagem nas pinturas em formato de murais e canteiros transformando o ambiente externo da escola mais alegre. Sendo assim, a criatividade foi agregada para melhor desenvolver o paisagismo/ jardinagem e reciclagem com as pinturas e artes em campos abertos fazendo com que os ambientes fossem mais visitados pelos demais estudantes. De tal modo como a escrita, a arte está em todos os ambientes que possamos idealizar no descortinar do habitual dos estudantes, para melhor ampliar seus conhecimentos por meio da aprendizagem envolvendo suas habilidades, sentimento, criatividade, fantasia, linguagem, comunicação e imaginação.

Palavras-Chave: 

Artes; Aprendizagem; Paisagismo; Protagonismo.

PDF_ico.png