O ALUNO SURDO E A ALFABETIZAÇÃO NA ESCOLA REGULAR

Ezer Wellington Gomes Lima, Janaína Moreira Pacheco de Souza, Luana Martins de Souza

Resumo

O estudo concentra-se especificamente na área de alfabetização de alunos surdos nas escolas públicas, tendo em vista as inúmeras dificuldades enfrentadas por eles nessas instituições. Trata-se de uma pesquisa teórica, de natureza bibliográfica, que se constituiu a partir do levantamento da produção da área educacional sobre a temática. Por meio da análise a ser elaborada neste artigo, pretende-se ampliar o repertório docente acerca da inclusão de surdos na escola, sobretudo, pensando sobre as peculiaridades de cada aluno no processo de desenvolvimento da escrita, a partir da sua subjetividade, explorando assim, sua potencialidade enquanto sujeito aprendente. A inclusão dos alunos surdos na rede de ensino regular é garantida na Legislação de políticas educacionais vigentes, segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, porém, nota-se que a realidade de muitos desses alunos não se ajusta a essas políticas. É necessário criar contextos para que as funcionalidades e as variadas formas de leitura e escrita sejam experienciadas por esses estudantes, levando cada sujeito a descobrir o porquê, e como suprir sua necessidade individual no processo de aprendizagem. Defende-se o propósito de que o aluno surdo, por meio da vivência da liberdade de expressão, atua para além do espaço escolar, por isso precisa reconhecer-se como um sujeito social.

Palavras-Chave: 

Alfabetização; Aluno surdo; Escola Inclusiva.

PDF_ico.png