APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA E O ENSINO REMOTO DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA EM TEMPOS DE PANDEMIA

Jucelaine Lages de Barros

Resumo

Este artigo tem origem a partir das aulas remotas durante o período da pandemia COVID 19, um momento de difícil adaptação para ambos os lados, professores e alunos estão enfrentando diversos obstáculos para atingir um ensino de melhor qualidade para o momento vivido. São inúmeras dificuldades, porém nós como educadores precisamos entender as realidades de cada aluno, neste caso será analisado uma aluna com deficiência auditiva, e com isso adaptar e buscar novas formas e ferramentas de aprendizagem. Partindo deste pressuposto procura-se fazer uso da Teoria da Aprendizagem Significativa (TAS), de Ausubel (1980), sempre priorizando a busca por uma melhor qualidade no ensino e na aprendizagem. Uma das condições para a ocorrência da aprendizagem significativa é o fator motivacional por parte do aluno, além de uma estrutura cognitiva com conhecimentos prévios específicos para a nova aprendizagem, e material instrucional com significado lógico, isto é, o papel ativo do aluno nesse processo é essencial.

Palavras-Chave: 

Aprendizagem Significativa; Deficiência Auditiva; Aulas Remotas.

PDF_ico.png