RECIFE: DA CIDADE MAURÍCIA À VENEZA BRASILEIRA

Narapoam Soares de Souza

Resumo

O presente artigo relata os resultados de uma pesquisa de caráter bibliográfico, que teve como objetivos: investigar os impactos patrimoniais causados pelas reformas na cidade; relatar as transformações ocorridas no Recife para o embelezamento da cidade e entender a influência europeia na sociedade recifense durante esse período histórico. A chegada de Nassau em Recife foi um divisor de águas, com sua influência se formaram grandes movimentos do modernismo, com a construção de prédios e da primeira ponte do Brasil, a ponte Maurício de Nassau, os palácios, os fortes: Buraco, Cinco Pontas, Brum e Afogados. Esse período foi marcado pela influência européia que buscava o embelezamento nas suas principais cidades, no Brasil isso refletiu em reformas urbanas, principalmente nas capitais. Para a sua realização, utilizou-se metodologicamente da pesquisa bibliográfica. Teve como embasamento teórico os seguintes autores: Ataíde Almeida (2001); Choay (2007); Freyre (2007); Lopes (2000); Lubambo (1991); Ribenboim(2017) entre outros.

Palavras-Chave: 

Modernismo; Urbanização; Modernismo.

PDF_ico.png