ARTE NA EDUCAÇÃO

Aparecida Fernandes Manha Rodrigues

Resumo

Esse artigo salienta a importância da arte e atividade criadora na educação no desenvolvimento da autoconfiança e autonomia da criança. A atividade criadora rompe modelos e contribui para a autonomia do sujeito. Esta forma de ação não é adotada no processo de alfabetização, na proporção e frequência de modo à desenvolver a auto confiança e transposição de barreiras exibida no objeto criado, quando tratamos da criança e sua aprendizagem no âmbito escolar. O estímulo à criação não é plenamente desenvolvido no início da atividade educacional. Os trabalhos didáticos direcionados às crianças pertencentes ao ensino fundamental na área artística, ainda se traduzem em figuras mimeografadas, nas quais a atividade criadora é parcialmente bloqueada. A educação tradicional centrada em modelos pré-estabelecidos continua se perpetuando cerceando a criatividade. Padrões comportamentais são reproduzidos e a “construção de mundo” muitas vezes não se concretiza. O mecanicismo produz uma educação reprodutivista e inflexível. Procede-se ao levantamento de dados bibliográficos de autores voltados à área artística e mais especificamente à pintura artística.

Palavras-Chave: 

Arte; Criação; Aprendizagem.

PDF_ico.png