DIFERENTES OLHARES SOBRE O DESENVOLVIMENTO INFANTIL NA NEUROPSICOPEDAGOGIA

Eliane de Jesus Pereira

Muitos estudos focalizam suas atenções ao desenvolvimento da criança, tendo como enfoque a importância da relação materno-infantil, ou o brinquedo aliado a esses processos, a questão da afetividade como agente potencializador no desenvolvimento, entre outros aspectos. O artigo presente vem analisar de que forma a expansão das teorias da neuropsicopedagogia pode trazer um novo olhar para os processos de estudo ao desenvolvimento da criança. O trabalho consiste numa revisão bibliográfica o que corrobora com a expansão da divulgação de teóricos e mentalidades acerca desta temática. Conforme Papalia (2010, p 49), o desenvolvimento infantil é “um campo de estudo científico que está voltado para os processos de mudança e estabilidade desde a concepção até a adolescência." É importante frisar que a Neurociência busca compreender o funcionamento do sistema nervoso, fazendo a integração de suas diversas funções (movimento, sensação, emoção, pensamento, entre outras). Esse processo é denominado de plasticidade do sistema nervoso e ocorre por meio da formação de novos circuitos neurais, da reconfiguração da árvore dendrítica e à alteração na atividade sináptica de um grupo de neurônios. É por meio desta revisão bibliográfica que objetivamos salientar a importância das teorias acerca da neuropsicopedagogia como um pilar aos estudos sobre o desenvolvimento da criança.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Desenvolvimento; Neuropsicopedagogia; Criança.

Baixar texto completo

PDF_ico.png