A INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIAS NA ESCOLA

Neurilene Ferreira dos Reis

As análises desenvolvidas neste estudo vêm retratar a relevância da educação inclusiva construindo novos ambientes escolares, abordando os conceitos de inclusão, apresentando a diferenciação de inclusão e deficiência, bem como as vantagens e desvantagens do processo inclusivo para os alunos especiais. Este trabalho tem o objetivo principal discutir a importância e a necessidade da inclusão social de alunos com necessidades específicas no contexto escolar. Os instrumentos e técnicas metodológicas empregadas neste trabalho constituíram em revisão bibliográfica por meio de livros, artigos científicos e legislação comentada acerca do objeto de estudo. Autores como Gimenes (2000; 2004) e Mantoan (1997) entre outros, serão utilizados neste trabalho para dar um melhor subsídio ao estudo apresentado. As políticas públicas de relativas à educação, em especial a inclusão de pessoas com deficiência tem sido legalmente estruturadas e amparadas pelas leis vigentes, o que ainda não está sendo colocado em prática efetivamente. Assim, os alunos que apresentam algum tipo de deficiência apresentam certo tipo de intimidação para os órgãos de educação, pois exigem uma atenção minuciosa no que diz respeito ao procedimento ensino-aprendizagem que as condições de um deficiente exigem ao serem aceitos na escola. Com essas regulamentações a educação especial propiciava o direito à educação, e revela uma concepção centrada no próprio aluno, estimado, em seu último empenho, levando em conta suas dificuldades a escola é responsável por sua integração à sociedade.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Aprendizagem. Inclusão. Deficiência.

Baixar texto completo

PDF_ico.png