OS RISCOS DA INATIVIDADE FÍSICA E A OBESIDADE NA INFÂNCIA

Erivelton Fernandes França

De acordo com a recomendação mínima de atividade física sugerida pela Organização Mundial da Saúde para crianças e adolescentes, é possível verificar uma alta taxa de inatividade física nesse público. Um fato interessante é que os maiores percentuais de inatividade física estão presentes nos países subdesenvolvidos, como o Brasil. Além disso, vale ressaltar que a inatividade física na infância contribui diretamente para os altos índices de obesidade neste público. A obesidade por sua vez, está associada a uma maior suscetibilidade ao acometimento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis como a Síndrome Metabólica, Diabete Mellitus tipo 2, Hipertensão Arterial Sistêmica. Sendo assim, o objetivo deste artigo de revisão da literatura é verificar a influência da inatividade física sobre a obesidade e o acometimento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis na infância.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Inatividade Física na Infância; Obesidade Infantil; Doenças Crônicas.

Baixar texto completo

PDF_ico.png