NATUREZA DA ATIVIDADE FILOSÓFICA E SUA RELAÇÃO COM A EDUCAÇÃO NO CONTEXTO DA SALA DE RECURSOS DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR

Marili Terezinha Sangalli

A intenção da pesquisa é analisar as práticas interdisciplinares da sala de recursos de Enriquecimento Curricular/Altas Habilidades/Superdotação da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande MS, verificando particularidades e especificidades da filosofia e como é o seu desempenho na educação, na sala de recursos, suscitando uma discussão do que é filosofia e de como deve ser o seu ensino, de forma a levar em consideração tais particularidades. Toda vez que o homem busca conhecer a si mesmo, nas formas conceituais, tende a tornar-se objeto para si mesmo, mas ao mesmo tempo continua sujeito da sua busca. O fenômeno da Educação acontece e é um fato tanto individual como social filosófico. Usamos uma abordagem bibliográfica, de cunho qualitativo, coleta e análise dos textos, relacionando a filosofia e suas teorias com o trabalho pedagógico utilizado na Sala de Recursos, cuja análise sinalizou a relevância para o ensino pedagógico da sala de recurso, tendo em vista que compreender a natureza filosófica desta é um passo importante para compreender como seu ensino deve ser conduzido, tornando-o eficaz e consequentemente fomentando, de forma consistente, a capacidade analítica e reflexiva dos estudantes inseridos na sala. A análise realizada no atendimento dos alunos inseridos na sala do município de Campo Grande, em que a metodologia utilizada imprime um caráter científico, respeitando as diversidades e potenciais de cada um, utilizando a Filosofia e Educação de forma mais eficaz e consequentemente fomentando, de forma mais consistente, a capacidade analítica e reflexiva dos estudantes inseridos na sala.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Filosofia; Educação; Enriquecimento Curricular; Altas Habiliades; Superdotação.

Baixar texto completo

PDF_ico.png