METODOLOGIAS ATIVAS:
A SALA DE AULA INVERTIDA E O USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS

Waldemarzinho da Silva Bandeira

Ewerton Costa de Almeida

Malinália Inês Rocha Marcião

Rodinei Felpa

Ana Paula de Oliveira Ramos

A aprendizagem é um processo que para ter resultado satisfatório exige uma dominância das metodologias de ensino por parte dos docentes, estes, precisam constantemente buscar novos conhecimentos e técnicas para tornarem-se cada vez mais capacitados. Diante dos desafios enfrentados por esses docentes no processo de ensino-aprendizagem, as metodologias ativas são ferramentas relevantes quando se quer alcançar um bom desempenho no conhecimento obtido pelos alunos. Diante de tantas metodologias existentes, seria possível que essas metodologias ativas, unificadas as tecnologias, podem de fato contribuir para o desempenho dos alunos? O objetivo deste artigo é abordar a sala de aula invertida e o uso das novas tecnologias na metodologia ativa, na construção de um novo modelo de ensino da educação formal, sob a hipótese de que tal ferramenta, associada ao uso das tecnologias disponíveis na contemporaneidade, podem contribuir positivamente para o melhoramento dos resultados acadêmicos. Por meio da alteração dos padrões no processo de ensino-aprendizagem, os alunos passam de agentes passivos para ativos nesse processo, essa metodologia é conhecida como Flipped Classroom. A metodologia utilizada para a elaboração deste artigo foi pesquisa bibliográfica, com a intenção de articular sobre a inclusão da sala de aula invertida em ambientes educativos e relatar as dificuldades enfrentadas no ensino.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Sala de aula invertida; Metodologias Ativas; Tecnologias.

Baixar texto completo

PDF_ico.png