LUDICIDADE E EDUCAÇÃO INFANTIL

Vania Imperial

Este artigo objetiva apresentar as contribuições de jogos e brincadeiras coletivas para o desenvolvimento cognitivo, social e afetivo de crianças em idade pré-escolar. Por muito tempo acreditou-se que a educação pré-escolar visasse apenas uma socialização da criança, ou esteve identificada a uma função meramente assistencialista. As teorias pedagógicas e psicológicas sobre o desenvolvimento infantil possibilitaram mudanças não somente nas políticas públicas educacionais, como também no modo como as brincadeiras e jogos infantis podem contribuir para o processo de ensino e aprendizagem. Mais do que desenvolver a criatividade e a socialização, é por meio dos jogos mediados pelo professor que as possibilidades de aprendizado de diferentes componentes do currículo escolar se ampliam. A ludicidade permite que o professor trabalhe, por exemplo, habilidades e competências descritas na Base Nacional Comum Curricular.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Educação; Ludicidade; BNCC.

Baixar texto completo

PDF_ico.png