INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO NA INTECFATEC:
PROFESSORES COMO INTERMEDIÁRIOS, MOTIVANDO PESSOAS, PROJETOS E EMPRESAS

Adriano Carlos Moraes Rosa

Sérgio Augusto Siqueira

Vanessa Cristhina Gatto

Katia Cristina Cota Mantovani

Yara C. C. Rocha Miranda

Entendendo que, em parceria com grandes empresas, poder público e universidades, qualquer indivíduo interessado pode apresentar ideias ou projetos que lhes garantirão seus primeiros passos rumo ao empreendedorismo e à inovação, e que tal experiência, diante de esforço, talento ou até mesmo “sorte”, poderá ser motivo de sucesso na concepção de um negócio, os autores, procuraram estudar e mapear parcialmente um ecossistema de inovação e empreendedorismo entre instituições de ensino técnico e superior situadas no Vale do Paraíba. Pequenas empresas representam uma valiosa parcela do Produto Interno Bruto nacional com, aproximadamente, mais de 10 milhões de micro e pequenas empresas no País, ou seja, quase 30% desse PIB. Até 2022 esses números podem chegar até cerca de 17,7 milhões de pequenos negócios. Assim, projetos são selecionados e permanecem em uma estrutura de apoio, porém, alguns não são escolhidos para essa “evolução”, outros são negligenciados pelos responsáveis que desistem de empreendê-los e, outros persistem até o final, entretanto, diante de outras prioridades, simplesmente desistem. A pesquisa realizada pelos autores, professores integrados à INTECFATEC, Laboratório de Inovação e Empreendedorismo da Fatec Guaratinguetá (SP), com muito sucesso, traz alguns interessantes e positivos dados para a comunidade.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Empreendedorismo; Inovação; INTECFATEC; Projetos

Baixar texto completo

PDF_ico.png